Take a shot in the rain

mechanical-bull-W320

Tirei uma pequena barra de chocolate do bolso de meu moletom amarelo e preto. Abri facilmente a embalagem e comecei a mastigar aquele pedaço borrachudo.
Cobri a cabeça com a touca do agasalho quando senti os primeiros respingos da garoa. Acomodei os fones de ouvido e guardei o celular no bolso da calça. A musica alta ajudava com o foco da minha atenção.

“Take a shot in the rain”

Ao longe uma menina caminhava em paralelo sem me perceber. Ela me dá apetite de luta.
Vestindo uma saia preta curta com meias longas escuras por baixo, uma camiseta vermelha e uma jaqueta jeans por cima. Cabelos negros, um corte até a altura dos ombros com uma franja na frente.
Ela não passava dos 1,75 de altura. Um corpo de curvas leves, magro e delicado. Talvez fosse um desenho.

“Wait for me”

Eu vi uma foto sua na frente do espelho. Estava escondendo o rosto mas deixava escapar o sorriso no reflexo. Olhos ao chão, levantava com leveza a perna, um passo de bailarina. Estendia o braço direito para baixo e o esquerdo ao alto, mas suas mãos estavam soltas, talvez imaginando um par para guia-las.
Aquela foto em preto e branco, colorida pelo seu sorriso.

“it’s all better now”

As vezes tu virava o rosto enquanto caminhava, no momento em que me percebeu lhe ofereci um riso sem jeito, em troca levantou as sobrancelhas e apertou os lábios como quem dá um “Olá” educado a um estranho de forma simpática.
Você me parecia tão sozinha. Eu queria poder ajudar. Talvez tenha te assustado.

“Gonna be who I am”

O melhor que posso fazer é te olhar por ai.

Thor Ragnarok

Sem título

Ha alguns bons dias atras o trailer do próximo filme do Thor foi lançado. Eu estou bem atrasado para comentar sobre o ocorrido. Mas não importa por que eu queria ver os comentários das redes para tentar falar sobre algo que ainda não foi comentado (que pelo menos eu ainda não vi haha). Se caso você tenha algo a mais a comentar é só deixar la nos coments 😉 (tem muitas vezes a palavra comentário nesse pequeno pedaço kkkkk)

Primeiramente: Fora Temer!
Em segundo eu coloquei no começo a Hela, por que caralhos ELA ESTA FODA. Olha a Galhada perfeita que fizeram! Está sensacional. Eu quero mais ver o filme por ela do que por qualquer outra coisa.

O primeiro grande fato que ocorre no trailer é a destruição do Mjolnir, o martelo tradicional do Thor, feito e abençoado pelo próprio Odin. Nas HQs isso já ocorreu antes, o interessante aqui é o possível substituto do Mjolnir, o Jarnbjorn:

xxx.jpg

Saiu em algumas artes conceituais do filme que Thor iria utilizar esse machado (infelizmente eu não achei na internet, mas se tu procurar em sites como o Omelete é capaz de encontrar as artes oficiais do filme).

O Jarnb ficou mais conhecido depois da Saga Pecado Original quando o Thor perde o merecimento de poder carregar o Mjolnir por algum tipo de segredo que Nick Fury fala em seu ouvido. O que o pessoal não fez muita referencia é que este machado é bem mais especial do que apenas Substituto do Mjolnir. Na verdade ele é mais antigo! Sua história original aparece na Saga dos Gêmeos do Apocalipse e nesta saga é revelado que no passado Loki, juntamente de Thor, enfeitiçou o Jarnb com uma magia muito antiga e proibida pelo próprio Odin para que o machado pudesse cortar a armadura de um Celestial (criaturas responsáveis por criarem o universo, uma delas aparece no filme dos Guardiões da Galaxia).

Tecnicamente o Jarnbjorn é uma arma extremamente mais poderosa do que o clássico Mjolnir, afinal ela é capaz de matar um celestial, e espero que o filme aborde o quanto essa arma pode ser especial e essencial para o Thor e que não seja apenas um reserva.

O segundo ponto que quero comentar é o Grão Mestre:

GM.png

Nos quadrinhos ele pertence a uma raça chama de “Os anciões do universo”. É aquela galera que chegou primeiro quando tudo tinha acabado de começar a existir sabe? Pois bem, ele é irmão do Colecionador, aquele personagem que apareceu em Guardiões da Galaxia e que estava juntando as jóias do infinito.

Essa informação você encontra em qualquer lugar, o que senti falta foi sobre alguma discussão do contexto em que o trailer apresenta o Grão Mestre. No teaser ele está junto da Valquiria, a personagem que captura o Thor quando ele chega no novo planeta depois de ser banido, e lhe questiona “O que você trouxe de novo para mim”, ela então responde “um competidor”. Esse dialogo me faz lembrar muito de uma saga um pouco recente chamada “Contest of Champions” onde o Grão Mestre está em disputa com o Colecionador por um artefato de poderes inimagináveis que foi criado no inicio do Universo. Durante essa saga, tanto o Colecionador quanto o Grão Mestre possuem um “recrutador” que é um personagem responsável por conseguir Campeões para a disputa no campo de batalha.

Isso me faz questionar: qual o interesse de uma criatura tão forte quanto o Grão Mestre em participar de um torneio de gladiadores? Será que talvez o prêmio do campeonato seja a ultima joia do infinito que não foi revelada? Afinal, deve existir um bom motivo para colocar o Deus do Trovão contra o Hulk não é?

Por ultimo quero comentar sobre Hela e a conquista de Asgard:

hella

Boatos dizem que a trama do filme gira na ideia de que Odin aprisionou Hela. Aqui temos algumas questões a se pensar:

  • Como uma Deusa poderosa o suficiente para queimar Asgard sozinha escapou
  • Que raios aconteceu com Odin
  • Tem o dedo do Thanos nisso tudo?

E nisso eu gostaria de juntar algumas ideias. A primeira é o pós créditos que apresenta Thanos tomando a manopla do Infinito.

thanos-manopla-do-infinito-vazia-cinema-850x353

É de se esperar que a manopla está no Cofre de Odin em Asgard. Logo me parece que Thanos pode ter dado cabo de Odin, talvez com a ajuda de Hela, libertando a Deusa da morte para que em troca da cidade ele pudesse ficar com a Manopla. Afinal quem além de Thanos poderia livrar Hela da prisão de Odin? E como Thanos teria acesso a manopla dentro de Asgard?

Pode parecer uma teoria meio brisada, mas acredito que possa fazer todo sentido!

Bonus Track:

thor

“YEEEEEEESSSSSSS!!!”

Eu vi muita gente dando Hate nessa parte do trailer e achei errado pra cacete. Ficou extremamente bem feita na minha opinião. Primeiro podemos falar da perspectiva de Thor em frente a uma luta. Não há nenhum desafio que Thor fique preocupado, em todos os quadrinhos que já li ele sempre está preparado para lutar, nunca preocupado. Pois quando se é o filho de Odin, Deus do Trovão e Príncipe de Asgard quase nada acaba te preocupando. Ele entra em todas as lutas praticamente pronto para vencer, e se caso falhar e morrer para ele tanto faz pois estará morrendo com honra. Então em primeiro lugar não há motivos de Thor estar preocupado com uma batalha num planeta de gladiadores, por que ele é simplesmente o fucking Thor e ponto.

Em segundo essa ideia de “trabalhamos juntos” é uma adaptação da HQ original da saga Planeta Hulk. Quando Hulk vai enfrentar a arena ele encontra o Surfista Prateado, que no caso está sendo manipulado, e acaba tendo praticamente a mesma reação do Thor no teaser, ou seja antes de perceber que o Sufista está sendo controlado ele fica aliviado, tranquilo e feliz por rever um amigo de longa data. Essa adaptação é praticamente um “fã service” ao meu ver e ficou 10/10 😉


É isso! Espero que não tenha ficado muito grande e cansativo de ler e que meus comentários sejam pertinentes haha

Tu curtiu? Sabe coisas diferentes que não comentei? Algum detalhe que deixei passar? Discorda? Coloca ai nos comentários para agregar (:

Thor: Ragnarok será lançado em 25 de Outubro deste Ano! To ansioso pra caralho na moral ~~

George W. Trump

trump

1 míssil Tomahawk deve custar em média 1,6 Milhão de Dólares. Se pensarmos que foram lançados uns 60 da um total de 96 Milhões de Dólares gastos.
Esse valor salvou um total de 0 pessoas e ainda matou cerca de 10 civis no ataque a Síria segundo a Folha.

Esses quase 100 milhoes de dolares investidos no combate a fome salvaria muito mais vidas do que aquelas que foram mortas no ataque quimico que ocorreu a alguns dias atras.
Não que eu defenda as atitudes de Assad.
Mas é que esse papinho de que os EUA é o pai do mundo e da palmada em quem sai da linha para dar educação não me desce goela abaixo.

É obviamente claro que atitudes monstruosas e desumanas de Assad devem ser colocadas em pauta e em debates mundiais. Mesmo o governo Russo defendendo que Assad não tenha relação ao ataque que matou cerca de 80 Pessoas e que a Síria não possui armas químicas, ainda sim o mundo precisa estar atento ao que pode acontecer.

Mas isso não justifica o Estados Unidos da América decidir que tem soberania mundial para tomar, qualquer que seja, uma medida de punição a um estado soberano. Hoje a justificativa é um ataque químico amanhã será um golpe de estado “necessário”.
E não pensem que eles precisam de uma justificativa plausível como um ataque Químico, a história não nos deixa esquecer o que foi a cruel operação Condor que derrubou governos latino americanos e instaurou cruéis Ditaduras em toda a América durante o governo Kennedy.

A atitude apenas criou mais tensões no Oriente Médio, na situação especifica da Síria e nas relações internacionais com a Russia. Putin na manhã seguinte alertou para uma justificativa falsa que foram os motivos que levaram a ação militar, algo que também a história nos faz lembrar quando o então presidente George W. Bush junto ao exercito britânico iniciou uma caçada a Saddam Hussein e que foi confirmado pelo Governo Inglês a farsa na justificativa das ações militares anos depois.

A questão aqui é: Quem disse que os EUA tem autonomia global para decidir quem deve ou não ser punido?
Quantas foram as vezes que eles puniram o Estado de Israel pela sua força militar opressora no oriente médio? E quem vai punir os EUA caso Trump faça alguma merda?

A Operação Condor na América nos anos 70… Operação Gladio na Itália dos Anos 90… A caçada a Saddam Hussein nos anos 2000…
Se tu pensa que Trump se importa com as crianças mortas no ataque químico é bom abrir os olhos.

E sobre a ONU? Ahhh a Gloriosa ONU. EUA toma uma atitude militar Global sem ao menos debater o assunto nas Nações Unidas e os lideres Europeus o aplaudem! A ONU se tornou uma piada Luxuosa.

Caderno de Capa Vermelha

book

Caderno Vermelho,
De capa dura,
Textura Macia
Como teu Cabelo Trançado

Em noite de Magia
Uma fogueira acessa
Vi Olhos finos
Fixos na chama
Com um Sorriso
Te convidei
Coloquei na minha estante

Cheio de conteúdo
Tantas teorias
Palavras sem fim

Muitas histórias
Quero Escrever em ti
Tantas outras
Desejo apenas ouvir

No inicio da manhã
Preguiça
Começo da tarde almoço
Alimento de energias
Com vinho claro
Uma Troca de experiencias
Sabores feitos de letras

Vermelho
Como o topo de sua cabeça
E o calor na suas bochechas
O mais bonito caderno
Eu encontrei no Outono.

Universo que não Percebemos (1)

Homem_Universo

Eu venho estudando tradições herméticas a algum tempo. A base de grande parte dos fundamentos do Hermetismo está em reconhecer o ser como centro do universo e entender de forma essencial a nossa relação com o mesmo.

Por tal motivo vou escrever uma série de textos falando sobre alguns insights ou ideias sobre nossa relação com o resto do mundo sutil que por muitas vezes não percebemos.

A Ajuda que pedimos e não queremos receber.

Muitas são as vezes que nós perguntamos “por que isso acontece comigo”, “por que eu não consigo encontrar a pessoa certa”, “por que estou tao sozinho(a)”, “por que não posso confiar em ninguém” etc etc.

Obviamente é comum precisarmos de apoio, não vou ser daqueles que diz que tudo está bem na nossa cara e não vemos ou que é simples ser feliz pois isso apenas depende de nós. Minha ideia é chamar a atenção para algo um pouco mais sutil.

Toda ação gera uma reação e até mesmo um pedido de ajuda ao Universo, Deus, Santo ou seja o que for que você reconheça como uma força ou energia sutil, gera uma resposta. Muitas são as vezes em que pedimos alguém que possa entender quem somos e que esteja disposta a ouvir nossas dificuldades por exemplo e não há nada de mal nisto, mas temos que estar bem atentos a resposta de nosso Universo pessoal. Não são raras as vezes em que pessoas entram em nosso mundo e não as percebemos. Deixamos escapar a oportunidade de criar síntese e laços fortes pois simplesmente ignoramos aquele individuo ou oportunidade que nos é colocada a disposição.

Talvez a pessoa certa para te ajudar a enfrentar uma fase difícil na vida, ou para lhe oferecer um bom conselho, ou disposta a apenas ouvir com carinho sobre seus problemas está bem ao seu lado e acabamos nem percebendo isso.

O Vicio de Criar Problemas como Intermédio.

Ao me esforçar para olhar dentro de mim, comecei a receber respostas sobre meus questionamentos. O processo foi bem simples, apenas me permiti em um momento de silencio e calmaria perguntar a mim mesmo “por que não tenho com quem falar?” e a resposta foi a imagem de uma pessoa em minha cabeça no mesmo instante!

A questão em especial que percebi foi: a pessoa que surgiu em minha cabeça não era exatamente quem eu queria como resposta.
Assim entendi que meu problema não era ter com quem falar mas sim não ter a atenção de certa pessoa X ou Y. Por causa disso assimilei que tinha uma visão injusta do meu universo no qual existiam pessoas que poderiam estar ao meu lado mas que eu ignorava por outros motivos Egoístas.

Tenha visão para novas possibilidades.

A melhor forma de se conectar com o universo e as energias sutis é se desapegar de pré conceitos ou pré escolhas. Deixar se levar de forma aberta a novas possibilidades. Tente criar novas relações com quem você não acredita ser possível e abra espaço para conhecer melhor aquela pessoa X ou Y que você mantem afastada. Escute com mais atenção seu interior e tenha certeza de que não está se enganando ou se sabotando no processo.

Assuma quando seu desejo for infantil e não tente buscar meios e subterfúgios para justifica-lo como correto. Viva mais a sua essência e tente ao máximo extrair o que de melhor as pessoas ao seu redor possam te oferecer sem julga-las previamente.

 

O Texto ficou bem pequeno para nao ser cansativo, mas espero que seja um gatilho para uma reflexão mais aprofundada sobre o tema haha

– I See Ya In Anotha Life, Brotha !