Dália

Imagem

Por: M. Lahan

Eu venho distraído no metrô de São Paulo ouvindo Foo Fighters e com Barba Ensopada de Sangue – de Daniel Galera – nas mãos.
Quando alguém diz:
– Esse livro é muito bom!
Levanto os olhos do livro e percebo um rosto bem branquinho:
– Sério? Alguém me indicou e comecei a ler ontem.
Ela responde:
– SIM! Quando terminei fiquei uma semana paralisada só pensando nele!
Fitei seu rosto com mais cuidado…
Havia marcas de espinhas da juventude o que significava que já não era uma menina, era mulher feita! Usava uma regata leve, de cor vermelha, resultado do calor dessa cidade, com um jeans simples, algo que despertou mais ainda minha vontade de conhece-la a fundo! Uma simplicidade que já não é mais comum. Por fim voltei meu olhar novamente ao seu rosto e vi cabelos loiros, um dourado natural, lisos no começo e com algumas ondulações nas pontas, de uma forma em que não se pode dizer “Acabou de arrumar” mas ao mesmo tempo não estavam descuidados, e sim naturais! E nesse momento mergulho no azul claro de seus olhos, tao límpidos e profundos…
– Espero que você goste do Livro! Eu gostei Muito!
Volto em mim:
– Claro! Vou Aproveitar.
Ela desce do metro e acena. Se despede.
Depois fiquei pensando “Quem será ela?”
E o livro me responde “Ela se chama Dália”
Sera? Me pergunto.
Talvez…
Quem sabe eu volto a reve-la por ai, em uma outra vida.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s