E o amanhã cade?

Por: Mauricio Lahan Junior

Hoje eu acordei meio assim, sem conseguir pensar no amanhã. Por que será? Por não querer saber como vai ser? Por não ter ideia de como será? Ou talvez seja por desejar permanecer no hoje?
Hoje eu acordei meio assim, com saudades daquela Morena. Dos risos bobos e despreocupados. Do perfume atraente e de sua pele quente. Meio com o peito cheio de saudade.
Hoje é um daqueles dias que o café te tranquiliza e a musica te relaxa. Dia de tempo frio, sem muito sol, agradável para uma boa leitura, um pouco de estudos.
Hoje é um daqueles dias que não foram feitos para se pensar no amanhã, sobre aquilo que vem depois, mas sim em aproveitar o que temos no agora, no momento.

“É pode ser que a maré não vire”

E talvez aquele momento não se repita.

“Pode ser do vento vir contra o cais”

E a tempestade volte a nos cercar

“E se já não sinto os teus sinais”

Então não me culpe se não lhe guardo mais esperanças

“Pode ser da vida acostumar”

Será?

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s