TAG: Senhora! Senhora!

senhora

Ok! É a minha primeira vez com TAGs então.. Espero que gostem haha

Fui convidado pelo amigo Alex André do Blog Lendo Muito!!! para responder algumas perguntas sobre livros 🙂
Parece que a criadora da TAG é a Carolina do Blog A Colecionadora de Histórias.

Gostaria de agradecer ao Alex por lembrar do mim e do meu blog! É significativo para mim ~~

As regras da TAG são:

  • Responda todas as perguntas;
  • Marque seus blogs amigos;
  • Dê os créditos de criação da tag.

 

1.Desafio! Encontre um livro com uma jornalista na história e deixe a sinopse.

Eu não sei se faz diferença de uma jornalista ou um jornalista. De qualquer forma eu escolho “Deuses de Dois Mundos – O Livro do Silencio” de P.J. Pereira! É uma trilogia bem bacana ~~

Sinopse: O segredo da história é entrelaçar dois mundos – São Paulo, onde vive um jornalista audacioso, doido para ascender nas redações e conquistar uma posição de destaque, investigando um grande escândalo empresarial e se envolvendo com colegas e chefes; e Orum, onde vivem os orixás, o mundo da rica mitologia africana, onde Orunmilá, o maior advinho de todos tem os seus poderes silenciados e tenta entender como recuperar sua capacidade de antever o futuro. Numa jornada que aos poucos vai revelando como é possível que os dois mundos tão distantes no tempo e no espaço se comuniquem, o leitor vai descobrindo os sentimentos mais fortes capazes de guiar pessoas e deuses. Irá Orunmilá com a ajuda de Exu, Ogum, Oxóssi, Oxum reencontrar seus poderes? Irá Newton Fernandes compreender a origem das estranhas coisas que passaram a lhe acontecer?

2.Sorria, você está sendo filmado! O livro que você está lendo no momento.

Hoje estou lendo (e há muito tempo) “O Golpe e a Ditadura Militar – 40 Anos Depois ( 1964 – 2004 )” do Daniel Araão Reis, Marcelo Ridenti e Rodrigo Patto Motta. É a obra que serve de fundo para a produção do meu TCC. Faz tempo que não só leio mas estudo o livro, e acho que o titulo já esclarece o tema haha.

3.Utilidade pública! Uma trilogia/série/saga que deveria ser de conhecimento geral.

Com toda a certeza “As Cronicas de Gelo e Fogo” (A Song of Ice and Fire) de George R. R. Martin. Essa saga é perfeita! Não somente pela história mas pela qualidade das personagens e a técnica de escrita de Martin onde cada capitulo representa um ponto de vista de uma personagem especifica.

4.Ritual sagrado! Cite um livro que você releu, e por quê.

Acredito que nunca re-li um livro por completo. Mas se há algum livro que sempre recorro as vezes esse seria “Tao Te Ching” de Lao Tsé. É o livro base da filosofia Taoista e sempre me faz voltar ao meu eixo quando as coisas estão meio perturbadas haha.

5.Batendo o ponto!Um livro que você leu por obrigação, ou somente porquê “estava na moda”.

Nunca li um livro por obrigação. Até mesmo para estudos eu dou um jeito de enrolar e acabo não lendo e me viro de alguma forma kkkkk

6.Enrolando no bosque!Um livro que você demorou muito para terminar.

São tantos. “Fausto” de Goethe (ainda não terminei), “A Ideologia Alemã” de Karl Marx (Eu realmente preciso terminar) e “Barba Ensopada de Sangue” do Daniel Galera (em alguns momentos apaixonante em outros um tédio descritivo). Os três são livros perfeitos e nota 10! Mas por alguns motivos acabei não terminando de ler. Mas eu crio coragem um dia 😉

7.Pega na mentira!Cite um personagem “cara de pau”.

Iago é um personagem de “Otelo – O Mouro de Veneza” de Shakespeare. Esse é o personagem mais mentiroso e filho da puta de qualquer história. É graças a ele que toda a desgraça do livro acontece.

8.Cite um autor não tão conhecido que deveria ser homenageado.

Ahh.. Não tenho nenhum autor desconhecido que mereça ser “homenageado”. Mas sei la. As pessoas não leem muito Fiódor Dostoievski ou Franz Kafka. Ok.. Para a história da literatura mundial os dois estão no topo! Mas só conheço uma pessoa que os leu.

9.Profissão leitor!Um livro que você abandonou ou que te decepcionou totalmente.

Ahh.. “O Simbolo Perdido” de Dan Brown. O livro não me decepcionou, pelo contrário eu gostei bastante. Ainda mais por que fala justamente da Maçonaria. Porém, por algum motivo, eu não li o último capitulo. Isso mesmo eu não descobri qual é o Fucking Simbolo Perdido ¬¬’

10.Redundância.Um livro que você considera “mais do mesmo”.

Acredito que “Tambores de Angola” do Robson Pinheiro. Não sendo preconceituoso, mas é um espírita falando de Umbanda e… Sei la… É meio mais ou menos tentando puxar para um lado mais “Magico da coisa”.

11.Ninguém pode saber!Um livro da estante que você esconderia de tão precioso!

Meu cérebro deu quase tela azul aqui pra decidir então vou falar todos que considero INDISCUTIVELMENTE preciosos.

  • Clube da Luta – Chuck Palahniuk
  • Crime e Castigo – Fiódor Dostoievski
  • O Processo – Franz Kafka
  • Pulp – Charles Bukowski
  • As Cronicas de Gelo e Fogo – George R. R. Martin
  • Tao Te Ching – Lao Tsé
  • E todos de Shakespeare que tenho
  • E todos do Mario Quintana que tenho

Não consigo escolher entre estes, sim são muitos e eu estou quebrando as regras… Me julgue!

12.Eu nunca fiz isso!Um livro que você tem vergonha de ter lido.

Nunca li um livro que teria vergonha de dizer ~~

13.Cooorree!Um livro/autor que você não leria de jeito nenhum.

Olavo de Carvalho 😀

14.Atrás dela!Cite uma personagem determinada.

Daenerys Targaryen – Nascida na Tormenta, A Não-queimada, Mãe de Dragões, Mysha, A Rainha de Prata, Rainha dos Ândalos dos Rhoinares e dos Primeiros Homens, Senhora dos Sete Reinos, Khaleesi do Mar de Grama, Quebradora de Correntes, Rainha de Meereen e Princesa de Pedra do Dragão. Esses são todos os títulos que ela conquistou, da pra ter uma noção da determinação dela neah? Personagem das Cronicas de Gelo e Fogo ~~

15.Um autor que você perseguiria até não aguentar mais!(ou seja, leria até a lista de compras).

Kafka, Shakespeare e Dostoievski ~~

Bom.. Devo escolher agora alguns Blogs para indicar a TAG ~~

André do Blog Acasos

A Divertida Raqs do Blog Desfocada de Contexto

O José Augusto do Blog Projeto Existir

O Horacio do Blog Antonais do Silencio

E o Rodrigo Rezende do Blog Cachorros Fumantes 

Então é isso gente 🙂
Gostaria de fazer uma lista com uns 50 blogs para indicar, mas no momento são estes haha

Vejo vocês em uma nova vida ~~

 

Anúncios

É Apenas Jones, Jessica Jones!

j0

Por: Mauricio Lahan Jr

Recentemente, para quem ainda não sabe, a NetFlix lançou seu segundo seriado exclusivo da Marvel: AKA Jessica Jones!

Este seriado foi intergalaticamente FODASTICO! PUTA QUE PARIU, Repito: P-U-T-A-Q-U-E-O-P-A-R-E-OOOOO!!

Primeiramente, parabéns a equipe Marvel por provar, mais uma vez, que quadrinhos podem ter uma temática, complexa e madura, para todas as idades.

“Segundamente”, vou escrever sobre o seriado de uma forma que não tenha Spoilers, então focarei mais na questão das personagens e minhas impressões sobre elas!

j1
– Com muito Wiskey

A nossa incrível protagonista interpretada pela maravilhosa Krysten Ritter é formada por uma personalidade forte e complexa. Mesmo sua aparência sendo mais Frágil, comparada as HQs, Ritter consegue atuar de forma muito marcante. É o tipo de personagem de poucas palavras, que tem força de vontade inabalável e que vai até o fim sem medo do que pode acontecer. Tem coragem para encarar qualquer parada menos seus problemas pessoais. Jessica vive um tormento de pensamentos e culpa, onde se questiona sobre seu passado e a responsabilidade de seus atos. Em resumo Jessica vive uma vida de anti-herói, ou seja não tem relação com honra ou grandes glórias, onde muitas vezes seus problemas pessoais se misturam com os problemas das outras pessoas. Ela não está la para salvar inocentes, mesmo que se questione sobre isso, e sim para limpar a bagunça que sua vida causa a todos os lados.

j2
– Ser um Herói poe um alvo na suas costas

Nossa segunda personagem é Luke Cage! Mike Colter tem uma excelente apresentação de “O cara no seu canto”. Ele é tranquilo e calmo, afinal o que pode machuca-lo? Mais do que isso, ele é uma parte complementar de Jessica. É o cara bondoso e que possui valores que Jessica admira mas que não possui em si própria, por outro lado ela é o furacão que agita a vida de Cage e por quem ele tem algo especial que mal consegue explicar. Sua reação totalmente calma durante as lutas é a cara do Luke nos Quadrinhos onde quanto mais simples melhor. Ainda não vimos sua relação com o subúrbio de Nova York (uma marca do herói) porém talvez isso possa ficar mais claro se a Marvel fizer uma série solo ao personagem.

j3
Vamos. Não banque a Heroína comigo!

David Tennant é o nosso grande Vilão Zebediah Killgrave! Conhecido também como Homem Purpura nos quadrinhos, Killgrave é a complexidade pura dentro da trama total do seriado. Seu poder especial abre espaço para eternas reviravoltas dentro da série e faz você ficar imaginando quais seriam as infinitas possibilidades com algo tao incrível a sua disposição (eu não vou falar qual é o poder dele :P). A atuação de Tennant é simplesmente MAGNIFICA e faz você apreciar desde o tom Roxo de suas roupas (isso tem importância pois o personagem nos quadrinhos tem a pele roxa) até os tons de sua voz que se misturam em seu imprevisível humor. Killgrave é a cereja do bolo e que faz com que todo o seriado se torne uma nova surpresa a cada episódio!

Para concluir gostaria de novamente mencionar o PUTA QUE PARIU pela terceira vez. Por que esse seriado é fora de série *Tudun Bass*.

Com muito Sangue, Porrada, Sexo e num ritmo a mil por hora Jessica Jones é, na minha humilde opinião, o melhor seriado do momento! Além de criar um ambiente, realmente, muito envolvente a Marvel mostra  um mundo de super heróis que acabam se enrolando mais com o cotidiano do que com invasões alienígenas ou maquinas que desejam destruir a humanidade.

Vale reconhecer algumas falhas nos efeitos especiais… Mas da para entender pela relação Produção / Orçamento / Lucro.

Bonus Stage:

J4
Its Patsy!

Rachael Taylor interpreta Trish Walker, a melhor amiga, e tecnicamente meia irmã, de Jessica. Nos quadrinhos ela é a Gata do Inferno e sua personagem na série nada tem haver com as HQs, a não ser a história pessoal da personagem e sua tendencia ao treinamento de artes marciais. Dentro da série é uma personagem muito importante e que pode ganhar mais espaço ainda no futuro, porém não devemos esperar algo parecido com os quadrinhos então não adianta muita expectativa.

j5
Me dê uma vermelha

*Aqui possa ter um pouco de Spoiler*

Por fim apresento-lhes Bazuca! O personagem é interpretado por Wil Travel e leva consigo suas famosas Pilulas Vermelhas, Brancas e Azuis. A interpretação do ator é muito boa, porém não esta ao nível enlouquecido dos quadrinhos, onde a personagem conta com uma metralhadora que marca o numero de pessoas que ele mata. Bazuca acrescenta muito a trama do seriado pois acaba colocando uma personagem aliado-vilão muito interessante, fazendo aquele momento em que nada mais pode dar errado ficar pior ainda.

Um ponto a mais pela mania de morder a Pilula antes de toma-la, isso é outra marca registrada das HQs.

O mais interessante nesta personagem nos quadrinhos é sua aparição na famosa saga “A Queda de Murdock” do Demolidor, escrita por nada mais nada menos que Frank Miller (Sin City e Trezentos), o que pode indicar mais uma ligação entre as series de Jessica com a do Diabo Vermelho da Cozinha do Inferno (região de Nova York onde ocorre a trama dos dois seriados).

PS: Ainda existem outras personagens na serie que tem relação com as HQs, mas ai o texto ficaria o triplo do tamanho hahaha

Eles não devem decidir por nós

xwxw

Por: Mauricio Lahan Jr

Política!

Sim… O tema proibido e responsável por términos de amizades. Mas calma. Não vou discutir pontos de vista políticos ou defender X partido ou Y Governo.

Hoje desejo escrever sobre a questão de uma política “Saudável”. Afinal qual é a obrigação de um politico? Por que todos nós sabemos sobre a corrupção e mesmo assim nada acontece? Por qual motivo estamos tão descontentes com a política de nosso país e sentimos que diariamente é esfregado na nossa cara todos os escândalos como se pouco importasse nossa opinião?

Bestializado: É a palavra utilizada para se referir a uma surpresa que possa até mesmo te paralisar!

Este termo foi utilizado por José Murilo de Carvalho em uma obra magnifica chamada “Os Bestializados – O Rio de Janeiro e a Republica que não foi”. Não vou usar o espaço deste texto para falar sobre o livro, o importante neste momento é ter em mente o significado do termo.

Estamos mantendo, permanentemente, desde a época do início de nossa República uma cultura política que afasta as pessoas do debate social. Em relação ao senso comum é esperado que sejam votados candidatos com suas promessas e a partir de então esperamos que eles façam o melhor para a sociedade.

Mas não é para isso que os políticos servem? Tecnicamente não. O ideal de eleger líderes é o de que ele defenda as idéias de sua sociedade. E mesmo que o candidato que você apoiou e votou seja eleito não acredite que ele esta defendendo suas ideias. Em sua maioria é a sociedade que defende as ideias dos políticos e não o contrário.

Pense bem, quando foi a ultima vez que um politico abriu a situação de seu governo e pediu a opinião social? Muitas vezes os dados administrativos estão disponíveis a sociedade porém não temos o direito de votar ou decidir como esses valores devem ser gastos. Não é você que escolhe se deve ser construído um hospital ou uma escola, ou qual rua deve ser asfaltada. E na maioria das vezes em que você é contrário a uma decisão politica acaba-se por utilizar a repressão.

A politica se tornou literalmente um jogo de apostas, onde você elege promessas e “projetos” torcendo para que se realizem. Não deveria ser assim. Nós não podemos deixar que o planejamento de nossa sociedade fique nas mãos de políticos. Nós devemos planejar e traçar nossas metas, exigindo que lideres eleitos cumpram com as mesmas. Não devemos esperar que eles pensem por nós!

É preciso que o debate social seja aberto, e que haja comunicação direta entre políticos e sociedade. Pertence a nós o direito de participar DIRETAMENTE das escolhas do Estado maior, porém faz-se necessário uma sociedade critica que tenha interesse em debater o desenvolvimento social. Colocando, como prioridade destes debates, a importância da saúde e bem estar de nossa Cidade, Estado e País a frente do Amor partidário que muitas vezes idealizamos.

Para finalizar gostaria de deixar todo o meu apoio aos estudantes que estão ocupando as escolas no Estado de São Paulo contra seus fechamentos. Se os alunos, pais e professores desejam manter as escolas abertas então não há um politico neste país que deve ir contra a decisão social!

Eles não podem continuar decidindo o caminho da sociedade brasileira por nós.

O Poder Emana do Povo!

Palavras de Cetim

chiuchi

Galera.. Seguinte.. Eu Adoro temas intensos ~~
Por isso estou postando esse texto delicioso da Ingrid, que eu mal conheço como pessoa, mas que adoro acompanhar suas letras..
Estes textos, sinceros, que só podem ser escritos por inspirações espontâneas são os melhores! E ela sabe ir fundo em seus temas.

Por: Ingrid Chiuchi

A gente se apaixona do dia pra noite, de repente, do nada.

No farol enquanto o sinal não abre, nos transportes públicos diários até chegar ao seu destino, pelos atores de TV em seus papeis de galãs.

A gente se apaixona da noite pro dia, de repente, do nada, pelo moto boy da pizza na zero hora, pelo desconhecido na rua que te faz tropeçar, pelo amigo do amigo que você só conhece por fotos, pelo colega de trabalho pelo qual você acorda mais cedo para passar rímel.

Ah, a paixão, se eu pudesse descrevê-la, e dizer quanto brilho traz à vida; esses sentimentos arbitrários, que vem e vão, que faz palpitar o coração por algum tempo, mas daqui alguns instantes tudo volta ao normal, que logo passa; a brisa leva, o coração acalma, o sangue esfria, mas no outro dia o coração está ali, intacto, sem feridas.

É só uma paixão, assim que amanhece o dia, fica tudo bem, e ela está pronta para se apaixonar de novo!

Nota Pessoal: Ingrid, acredito que, do nada, me apaixonei por você ❤

Pedaço de um Conto

 

 

dadada3

 

Por: Mauricio Lahan Jr

* Post meio grande.. É uma parte de um conto que estou escrevendo. Não é o começo e nem o fim, então talvez fique meio sem sentido algumas partes. Mas estou sem inspiração para criar algo novo entãaaaooo decidi dividir um pouquinho daquilo que já estava preparando. Tenham paciência.. Leiam tudo por gentileza e me digam suas opiniões sobre ~~

“- Que nova ordem é essa?
– É que nós, por assim dizer, estamos mortos, Excelência.”

Bobók, Fiódor Dostoiévski

*Ploc, Ploc, Ploc*

Esse é o barulho que seu salto faz enquanto caminha. Um passo de cada vez, firme e confiante. Sua postura é elegante, seu terninho é justo. Cabelos curtos, muito bem arrumados, lisos e presos. Seus óculos estão um pouco caídos em seu nariz, desta forma ela sempre te olha de cima para baixo, mesmo sendo uma mulher de estatura baixa sua posição permite que faça isso, afinal ela está em pé, caminhando, enquanto nós estamos aqui sentados. Sua função é simples: supervisionar nosso trabalho. Garantir que os fiéis paguem suas dívidas e ao mesmo tempo recebam um tratamento especial, para sentir que fazem parte de tudo aquilo e que o “Seu Deus” importa-se com eles.

Ninguém consegue encara-la nos olhos. Sua voz nunca tem variações de tons. Parece ser uma mulher sem dúvidas, sem medos. Dura e exigente. Tendo sempre o controle da situação em suas mãos. Dizem entre as conversas que: esta é uma mulher de poder!

– Talvez você pudesse faltar à aula em sua faculdade hoje…

Ela cochicha isso em meu ouvido. Claro que todos pensam que é apenas mais um “puxão de orelha”, afinal ela tem uma imagem a preservar.

Uma mulher poderosa… Firme e confiante.

Uma mulher frágil… Mas isso ninguém sabe.

– Vem… Me abraça… Me segura forte.

Ela está ofegante. Seu coração acelerado.

– Me beija… Assim… Isso…

Eu gosto de estar por cima. Parece que assim ela se sente protegida. Aqui, neste quarto, ela pode ser frágil. Os óculos jogados ao pé da cama, o cabelo bagunçado e solto, seus olhos revirando enquanto suas unhas gravam linhas avermelhadas em minhas costas. E suas pernas, tão firmes em seu caminhar, agora se estremecem.

Depois de meia hora olhando para o espelho de teto pensando em todos os clientes dos últimos dias, em todas as negociações bem feitas e não feitas, somando números para tentar calcular a porcentagem de bônus que ganharei no final do mês, decido me levantar, tomar uma última ducha, pegar minhas coisas e ir embora.

Uma hora mais tarde uma mulher vai acordar sozinha numa cama de Motel. Ela vai acender um cigarro e sorrir aparentemente sem motivos. Vai prender seus cabelos, abotoar seu terninho, ajustar sua saia, deslizar sua meia-fina e encaixar seus sapatos de salto. Por fim vai se olhar no espelho, colocar seus óculos e sentir novamente o prazer de vestir uma mascara falsa em sua personalidade.

Uma mulher frágil vai sair por esta porta, em mais ou menos duas horas, com uma postura ereta, de passos firmes, olhando para a moça da recepção de cima para baixo.

No fundo pouco me importa o que pode acontecer depois. Às vezes não sei por qual motivo ainda mantenho uma relação com ela. Talvez, tente preencher algum lugar vazio dentro de mim.

Stand By Me

xaxaxa

Por: Mauricio Lahan Jr

* Tem que dar Play ali embaixo 😉

– Lembra do molho com azeitonas?

Eu era uma criança cheia de paixões! Tinha tantas idéias e tantos futuros passando pela minha cabeça. Mas um dia meu grande castelo se quebrou e eu pensei que não haveria nada mais a frente.

Você apareceu. Me levou para conhecer sua casa, dividiu segredos, medos e uma cama. Passamos por dias e noites, por extremos sorrisos e medos.

Mas não deu certo. Nem mesmo depois de tantas Tequilas. Você não sabia o que sentia – ou sabia e eu não entendia. Pediu um tempo, dois tempos, três tempos. Me quis uma vez de volta, duas vezes. Apenas duas vezes.

“So what’s the matter with you?
Sing me something new
Don’t you know?
The cold and wind and rain don’t know
They only seem to come and go away.”

Sempre tao impulsiva. Eu te disse isso naqueles dias. E você me disse isso nestes dias de hoje.

Foram tantas as coisas que aprendi nestes últimos anos.

Você vai embora de novo? Eu sei. Eu fugi antes. Mas o que esperava de mim? Vai me deixar estar por perto? Vai ficar por perto?

Não. Talvez não se importe mais. Talvez não tenha feito diferença.

“Times are hard
When the things have got no meaning
I’ve found a key upon the floor
Maybe you and I will not believe
In the things we find behind the door”

Eu deixei de lado as paixões e o futuro. Não sou mais uma criança. E hoje meu pequeno quarto é muito seguro.

Eu te escrevi um poema certa vez. Você jogou fora. Eu nunca esqueci. Do seu molho com azeitonas ou das doses de tequila. Não da pra esquecer o café que você preparava em algumas manhãs. As quentes e intensas madrugadas.

Por que você voltou se não foi para ficar do meu lado?

“If you’re leaving, will you take me with you?
I’m tired of talking on my phone
There is one thing I could never give you
My heart will never be your home”

Quem morre é o povo

xxxx

Por: Mauricio Lahan Jr

Quem morreu foi o povo!
Sem bandeiras nem cores,
Foi somente o povo.

Como aconteceu ontem.
Como pode acontecer amanhã

Como acontece a muito tempo
E como ainda vai acontecer por muitos anos.

Alguém sentado em uma mesa longa
Se diverte com um tabuleiro em forma de Globo.
O jogador avança uma peça em forma de avião,
Em respostas muitos peões morrem.