Crônica do domingo nublado

fanfiction-historias-originais-dia-nublado-1158495260920132301

Por: Anderson Estevan

Num domingo nublado, a fé embala o sol entre as nuvens cinza.

A fumaça do cigarro sobe lentamente e a fuligem flutua no caminho do velho cinzeiro de madeira.

Os acordes soltos do velho violão, a música que nunca chega ao fim e o livro que você nunca consegue escrever…

Entre os dias e as noites, o claro e o escuro, os minutos e os séculos, está um pouco de vida, um pouco de boa sorte e um pouco sol, mesmo na tarde nublada, na noite estrelada e na vida desenfreada…

As velhas idéias e os novos ideais. Plantar uma árvore, ter um filho, escrever um livro, compor uma canção. Seria melhor adiar o inevitável?

Acho que é por isso que acordamos nas manhãs de domingo, chuvoso ou ensolarado.

É por isso que estamos aqui neste domingo nublado.

Advertisements

8 responses to “Crônica do domingo nublado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s