8 Anos sem Michael

michael

Há 8 anos neste mesmo 25 de Junho em 2009 o Rei do Pop estava nos deixando. A luzes de sua arte, roupa e voz, que o tornavam uma Estrela da Musica, agora brilhavam novamente no em retorno ao Universo.

Infelizmente eu não posso me considerar um fã de Michael Jackson. Mesmo adorando suas músicas eu fui ter contato de verdade com elas apenas após a repercussão de sua morte. Na época dos anos 2000 eu era focado em um momento “Rock Adolescente Retardado” dos mais variados e tinha um pré conceito babaca com a música pop. Foi a partir de Michael que comecei a apreciar até mesmo Madonna e outros estilos de música (não que seja um paralelo que faça sentido mas acho que da pra entender a ideia haha).

Hoje vou deixar aqui 8 músicas, das que mais gosto, como uma playlist pra curtir o Domingo com Michael (:

I Want You Back!

Não da pra começar uma lista de Michael sem I Want you Back. Essa é sem sombra de dúvidas, segundo minha opinião própria – que não tem valor nenhum -, a música mais famosa antes da carreira solo. Quando se fala de Jackson 5 é sempre a primeira – e muitas vezes a única – musica que vem a cabeça.

Beat It!

Beat it é uma das minhas favoritas. Esse estilo de guerras entre gangs me faz lembrar de The Warriors e a batida dessa música é sensacional haha

Thriller

O modelo de vídeo clips existe na história de duas formas: Antes de Thriller e depois de Thriller. Essa fantástica obra prima é divertida e emocionante. A letra é envolvente e FODA! Perfeita mistura de musica com temáticas geniais. Essa ligação de fazer o Clipe ter um sentido ligado a música, contando uma história é praticamente revolucionário para a forma de se fazer música. Uma genialidade de Michael que inspirou toda a geração posterior a Thriller.

Smooth Criminal

Se vamos falar de vídeo Clipes e histórias não podemos esquecer de Smooth Criminal! Esse foi na minha humilde opinião o clipe mais bem feito e trabalhado na carreira de Michael. Além de claro ser a cena de um filme sensacional que foi Moonwalker. Tem algo mais genial do que você ser um Extraterrestre que defende crianças de um traficante de drogas com a mágica da música e da dança?

Black or White

Chegamos a essa maravilha dos anos 90. O maior single daquela década! Black or White veio como uma forma de enfrentar as discussões que a mídia fazia sobre a mudança da cor de pele de Michael. O Hit explodiu e se tornou a segunda maior obra do autor. O clipe é fantástico com reviravoltas nas batidas e no ritmo. Além de fazer uma mistura de  Macaulay Culkin, Africa, Japão, a guitarra do Slash e os Simpsons.

They Don’t Care About Us

“Michael! Michael, eles não ligam para a gente!”. They don’t care about us tem a intenção de falar sobre injustiças sociais e até aquele toquezinho de que o Sistema não se importa com a gente – obviamente é minha interpretação que possa gerar um monte de mimi mas não me importa. A parte fascinante neste clipe é ver o Rei do Pop usando a camiseta do Olorum! Um clipe gravado no Brasil com uma banda que representa um traço cultural maravilhoso de nosso país, com seu som de batidas incorporados como a base da música. É apresentar a Bahia para o mundo! Dizem que a parte legal é que o Olorum nada tem haver com o estilo das musicas e o pop Michael, mas é ai que eu vejo o contrario. Michael não tinha um estilo pré definido. Ele se re-inventava!

We Are The World

A penúltima que irei postar é We are the World. Essa música tem um peso e uma importância diferenciada. Ela foi idealizada com o intuito de criar um projeto de arrecadação de verba para o combate a fome na África. Foram convidados dezenas de artistas da musica Norte Americana em evidencia na época para grava-la e criar um álbum de único single. Parece que bateu mais de 50 milhões de Dólares arrecadados. O titulo da música ja diz muito sobre o sentido de sua criação e é carregado de um sentimento social de nos identificarmos uns com os outros e tentarmos ao máximo desfazer nossas fronteiras.

Billie Jean

Chegamos a última das 8 músicas que selecionei para o dia de hoje e obviamente não poderia ser outra não é? Billie Jean foi o maior Sucesso de Michael! Uma musica que conquistou diversos prêmios em muitos países na década de 80. Foi o primeiro clipe de um artista Negro que passou na MTV e levou o Álbum Thriller a se tornar um dos maiores álbuns da história da música no mundo. O vídeo que selecionei não é o vídeo clipe oficial mas é conhecido por ser a apresentação onde Michael estreou seu “MoonWalker“, sua marca registrada.

 

E aqui chega o fim desse post enorme mas muiitoo maravilhoso (:
Eu gostaria de ter postado mais cedo para todo mundo passar o dia ouvindo Michael, mas não rolou ):
Espero que ainda de tempo de curtir o domingo ouvindo o Rei do Pop ❤

Anúncios

Rumo.

=p=p

Eu perdi o Rumo!

Sim.. Todos os dias eu perdi meu rumo por sua causa.

Todas as vezes que você me manda mensagens com frases de efeito no meio da madrugada eu engasgo e perco o ar.

Todas as vezes em que você diz coisas que eu nunca me preparo para ouvir, automaticamente se forma um sorriso bobo no meu rosto.

Sempre que o telefone toca, e vejo seu numero na tela do celular, é como se uma injeção de adrenalina me fosse injetada diretamente no peito.

Sempre que escuto o som da sua risada arranhada – ahhh esse riso engasgado – eu subo até as mais altas nuvens de tão doce som que sua voz possui.

E como é bom passar eternos momentos imaginando o aroma do seu perfume… O gosto da sua boca… O sabor da pele de seu corpo.

Não há um dia que não me perco em mim mesmo pensando em você.

A Necessidade de Ser Necessário

caranguejo

Câncer!

Está aí o melhor signo do Zodíaco. Por uma certa coincidência esse também é meu signo. Sorte a minha não? Talvez.

Em um tempo recente estive tendo uma conversa com uma pessoa muito especial sobre signos. Ela de Aquário, representando um bom pedaço do inferno no meu universo, e eu Canceriano, sendo a pessoa mais especial do cosmo.

Em nossa busca por aspectos e informações chegamos a uma ideia que ficou muito em minha cabeça. “O Canceriano tem a necessidade de ser necessário”.

Puta que pariu. Uma bendita pequena frase que me fez perder noites em devaneios. Sim, acredito que nós cancerianos mais do que qualquer outro signo, sinta a necessidade de ser necessário.

Porém não acredito que em toda a criação essa dádiva tenha sido oferecida apenas para os filhos de Julho. Tenho absoluta certeza que todos nós, em maior ou menor nível, sentimos a necessidade de sermos necessários para algo ou alguém.

E cara… Isso é foda.

Quando sinto que não sou necessário bate uma bad como se me tornasse uma figura simplesmente figurativa onde na qual sou indiferente para aquilo ou aquela pessoa. Talvez seja nisto que está o segredo daquelas pessoas que são atraídas apenas por pessoas que as desprezam.

Talvez seja algo natural do ser humano saciar esse desejo de ser necessário. Essa ideia é assustadora, pois nos direciona a uma linha de pensamento onde fazemos algo por alguém para que possamos alimentar tal sentimento e justificar nossa importância e valor.

Percebi que esse é um ponto alto de desequilíbrio meu, pois não necessariamente preciso ser altamente necessário na vida de alguém para que eu possa ter algum valor ou para que alguém possa sentir apreço por mim. Chega a ser triste como é ruim se  sentir indiferente e desnecessário simplesmente por que alguém não faz tanta questão sobre você.

Será que eu considero todas as pessoas ao meu redor necessárias? E será que alguém espera que eu a considere necessária?

Não sei. Mas acredito que o melhor é deixar de lado a preocupação em ser necessário. Isso se torna quase um vicio! Afinal, se você por acaso algum dia precisar viajar para outro país e começar uma vida nova, ou se aquela pessoa especial estiver vivendo o mesmo exemplo como você ficaria? Vai desistir da vida e se matar? Acredito que não. Então não devemos cobrar de nós mesmo essa necessidade de sermos necessários. Devemos apenas fazer o melhor para sempre contribuir na vida dos outros e deixar que esse processo se torne algo natural e não forçado. Assim tenho certeza que poderemos criar vínculos e laços mais verdadeiros e menos egoístas.

Ainda assim… Para um Canceriano é muito difícil não ser necessário, geralmente quando isso acontece o Caranguejo se afasta e entra dentro da areia, depois dificilmente é visto novamente (:

PS: Aproveitem a foto do Caranguejo Amigo (Saudades Praia) ~~

Divino Feminino

femini

Da page: Divino Feminino

Aceite de onde vens
Aceite para onde vais
Acende o teu corpo
Faça dele teu cais
Transcende seu oposto
Torna-te inteira
Mulher
Tu és
Tudo aquilo que pensares
Tudo aquilo que sentires
Tudo aquilo que quiseres
Tudo aquilo que clamastes
Tu és
Muito além do que disseram
Muito mais do que te deram
Sem limites para o ser
Bem mais do que ter
És o anseio de viver
De ti vem à luz da vida
De ti vem o sangue sagrado
Aquele que desce sem violência
Aquele que entrega o seu chamado
Tu nasceste para ser forte em delicadeza
Sábia por natureza
Gentileza que gera gentileza
Magia. Mistério
Para outros e para ti mesma
Mas cabe à ti resgatar tua essência
E ser o que és em plena consciência.

Autora: Evy Bonani

Universo que não percebemos (2): Fazer menos do que podemos.

Heyy oohh!

Todo mundo ligado nas informações, símbolos e sinais que nosso universo nos apresenta?

No ultimo post eu comentei sobre a questão de “A Ajuda que Pedimos mas não queremos Receber”.
Hoje a ideia é trabalhar com outra forma de sinais que surgem de forma tão natural, que nos incomoda e que dificilmente queremos encarar como símbolos e avisos positivos. Tendemos sempre a ter uma impressão negativa sobre o assunto.

Fazer menos do que podemos. Acredito que a maioria das pessoas deve sentir e viver isso. Seja talvez por estarmos sempre em constante desenvolvimento e aprendendo que podemos sempre nos superar e fazer cada vez melhor.

Vou tentar como no outro texto dar um exemplo para ficar mais claro. Imagine que vc se formou na faculdade. Estudou anos e anos de sua vida. Chegou o dia em que teve em mãos seu fantástico diploma ou certificado de conclusão de seu curso. Porém você é o tipo de pessoa que não entra de cabeça na correnteza do mercado econômico e acabou escolhendo um curso mais “peculiar”. Muitas vezes acabamos não encontrando espaço dentro e fora de nós para exercer aquilo que queremos. E na maioria das vezes temos medos e receios de exercer aquilo que nos deveria ser essencial. Afinal há um motivo para ter escolhido aquilo como forma de expressão de sua funcionalidade social. Então você termina sendo uma pessoa formada em Artes, Ciências sociais, Professor(a) de Química, Escritor(a), Musico, enfim, sentado num escritório exercendo a função de assistente administrativo ou caixa e vendedor de loja de roupas no Shopping. Há algum problema em exercer tais profissões? NÃO!

O problema não está numa questão de humildade. Mas é geralmente neste momento que começa a surgir em seu universo diversas pessoas lhe dizendo coisas do tipo: mas você é muito inteligente para ser Atendente de loja ou caixa de Mc Donalds. Por qual motivo você faz serviço de diarista se já é formada em Pedagogia?

São centenas de exemplos, em vários níveis e planos da nossa vida, diferentes.

Obviamente todos esses comentários, mesmo que sem a intenção, acabam carregados de uma alta carga de preconceitos. Mas é importante tentarmos enxergar o que para nós pode ser útil ou valioso ao receber tais comentários. Por que deixamos de ser um Músico de Bar para vendermos 9 ou 10 horas de nosso dia num escritório enquanto fazemos um curso online de Administração ou TI para ganhar dinheiro, por exemplo? Obviamente por que temos interesses de consumo, preocupações e responsabilidades que necessitam ser saciadas, porém acabamos  por deixar nossas necessidades essenciais de lado muitas vezes por justamente termos medo de não conseguirmos lidar com tantas problemáticas do cotidiano.

Nossos medos são todos partes de nosso Ego. E muitas vezes quando alguém nos diz “Mas você não deveria estar fazendo isso” devemos pensar além de um preconceito social e entender que possamos estar recebendo um símbolo de nosso universo nos avisando “Você não está agindo de forma verdadeira, não está expressando seus desejos íntimos e essenciais, por que você aceita essa situação conflitante?”. Obviamente teremos muitas respostas para o nosso universo pessoal, mas isso não significa que muito dessas respostas deixam de ser apenas medos que temos. Medo de não ser o melhor naquilo que acreditamos, medo de não sermos capazes de ser aceitos na sociedade como queremos, medo de não conseguir pagar as contas ao fim do mês ou trocar de carro na virada do ano. Com isso acabamos vivendo vidas que não escolhemos e em certo momento simplesmente tudo trava em nossa cabeça um vazio preenche nossas mentes e uma simples pergunta surge “O que é que estou fazendo da minha vida?”.

Na maioria das vezes temos o Medo de nós mesmos. De não sermos capazes de fazer o melhor… De termos um futuro frustrante e arriscado. O ideal é trabalhar esse medo e tentar perceber quando o universo nos avisa que estamos tomando um caminho que não seja o de nossa Verdade.

Então antes de muitas vezes pensar “Você não sabe o que eu tenho que aguentar para estar aqui” quando imagina que alguém esteja te julgando, pense duas vezes se neste momento o seu universo não está tentando conversar com você e colocou justamente aquela pessoa para lhe provocar e instigar a pensar em por qual motivo você insiste em agir contra a sua própria verdade.

Aprenda a conversar com seu universo! Pois tudo que entra em sua vida é obra e responsabilidade de sua própria vontade.

Q.F.